A Rádio

Acidente de trânsito tira a vida de assentado na Gleba Japuranã em Juara

Um acidente de trânsito tirou a vida de um sitiante da Gleba Japuranã distante a cerca de 140 km da Sede do município de Juara, o fato teria acontecido no final da tarde do dia 31 de agosto.

Segundo informações de Joaquim de Oliveira que é sogro da vítima, Cirço Andrade de Souza, 41 anos, ambos moradores da Gleba, disse a policia que seu genro saiu em uma motocicleta Honda Bros 150 de cor amarela para ir ao sitio de seu cunhado próximo do local onde reside, e que horas depois recebeu uma noticia de que Cirço havia sofrido um acidente e que havia sido socorrido pela ambulância até o hospital  de Juara ainda com vida, porém faltando alguns quilômetros para chegar a sede do município o mesmo foi a óbito.

A vítima deu entrada no hospital municipal por volta das 00h15min do dia 01 de setembro e foi atendido pelo médico Dr. Áureo Renan Brito, plantonista e foi constatada a morte do mesmo, a vítima estava com hematomas na face e lesão frontal na cabeça aparentando ser de uma pancada.

O corpo da vítima foi encaminhado para exames de necropsia em Juína onde será examinado pelo médico legista para saber a causa da morte de Cirço, a polícia Civil vai investigar em qual circunstancia aconteceu o acidente que deu causa a morte de Cirço Andrade de Souza, a suspeita é de que ele colidiu sua motocicleta em um animal que estava solto na estrada.


Em 1984, quatro médicos paulistas Dr Takaaki Hosoume, Dr Francisco de Assis Domingues, Dr Juarez de Souza Mesquita e Dr Marcos Marrafon chegaram em Juara com a intenção de montarem um Hospital particular. Com o início de seus trabalhos puderam notar a dificuldade da comunicação que impedia a boa orientação em saúde dos moradores.

Muitas pessoas morriam pelo uso indevido de medicamentos, medicamentos caseiros mal formulados, enfim , pela falta de medicina preventiva. Outras, doentes, não tinham como se comunicar com seus familiares localizados em fazendas distantes.

Em atenção a esses problemas e aliados ao fato dos investidores dessa região não terem acesso a preços de seus produtos, nem tão pouco saberem onde comprar, problemas conhecidamente causados pela falta de comunicação, os médicos decidiram lutar pela obtenção de uma concessão de Rádio para solucionar esses problemas e assim, oferecer uma maior qualidade de vida a população através da boa informação.

Em 1988 em 1.000 watts de potencia no dia 06 de Outubro de 1988 no km 03 da Rodovia Ayrton Senna, celebrava-se a inauguração das ondas sonoras da Rádio Tucunaré, a Princesinha do Vale. A Abertura dos trabalhos radiofônicos iniciou-se com uma mensagem gravada, da autoria de Charles Chaplin intitulada "O Grande Discurso".

Apesar das dificuldades da época, com técnicos sempre vindos de São Paulo a alto custo, uma sociedade não acostumada com publicidade, à vontade e força de trabalho da equipe de profissionais superou as intempéries e em 2003 entrou no ar uma nova etapa da emissora.

Operando em 5.000 Wattts de potencia, a Rádio Tucunaré passou a alcançar todo o norte mato-grossense, sul do Estado do Pará e sudeste de Rondônia.Vencedora de vários prêmios ao longo de seus anos de trabalho e líder em audiência, a Rádio Tucunaré preza pela credibilidade, a imparcialidade e a coerência, tendo como sua principal meta, o desenvolvimento socioeconômico e cultural da população do Vale do Arinos.


Rádio Tucunaré

Em tempo record o site mais visitado do Vale do Arinos

Copyright 2016 - Todos os direitos reservados.

Cadernos

Sobre

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo