Juara

19/04/2018 08:07 Radio Tucunaré

Abate clandestino em Juara: Meliante joga ossada de vaca em córrego de bairro

Moradores do bairro João de Barro do município de Juara entraram em contato com a reportagem da rádio Tucunaré e site Acesse Notícias denunciando que encontraram pela manhã dessa quarta-feira, 18, restos mortais de um animal bovino, jogado dentro do córrego que faz divisa com o Bairro da Creche (Jardim Califórnia).

Maria Aparecida entrou em contato com a nossa equipe de reportagem e denunciou o ocorrido. Ela mora ao lado da ponte e demonstrou muita preocupação com o mau cheiro que poderia ser ocasionado e todo o transtorno causado, tendo em vista que ali é um trecho de muito movimento.

Outra moradora do bairro João de Barro, Graziela Alves Teixeira, revelou que estava indo levar seus filhos para a escola quando se deparou com os ossos jogados no córrego. “É uma vergonha para nossa Juara. Tanto lugar para jogar e tem que vir jogar aqui na nossa ponte? No nosso Bairro?”, desabafa a moradora.

Ainda nenhum suspeito foi identificado e os moradores acreditam que os restos mortais foram jogados durante a madrugada de hoje, quando o criminoso aproveitou para não ser visto.  

“Eu não tenho nem palavras para falar uma sacanagem dessas. O cara pegar um gado, matar, tirar o coro e jogar tudo dentro do córrego”, desabafou o diretor de urbanismo, Carlos Nunes.

Ele não descartou a hipótese de que o animal tenha sido furtado tendo em vista que a carcaça foi descartada de maneira totalmente irregular.

Após ser autorizada pela vigilância sanitária, a equipe da prefeitura retirou toda a ossada ainda na manhã dessa quarta-feira.

O diretor reconhece que a coleta do lixo no município passa por dificuldades e diante da situação, o trabalho acabou atrasando por conta que os servidores municipais tiveram que se deslocar in loco para atender a emergência.

Mauro Sergio, coordenador de fiscalização comunicou que os restos mortais era de uma vaca e no couro foi identifica uma marca. “Agora a gente vai estar se dirigindo até o INDEA para tentar identificar de que proprietário é essa marca”, disse.

O coordenador também acredita que o animal pode ter sido furtado. Ele alertou que quando forem encontrados os culpados, serão aplicadas as sanções penais cabíveis.

“Dá para ver que não foi descarte do comércio local. Isso é descarte de pessoas que realmente abateram uma reize e jogaram a carcaça aqui nesse local”, finalizou Mauro Sergio.

Quem tiver qualquer informação que ajude a identificar quem cometeu o crime ambiental pode fazer as denúncias diretamente na vigilância sanitária que fica em anexo ao Procon, no entorno da Praça dos Colonizadores.


Rádio Tucunaré

Em tempo record o site mais visitado do Vale do Arinos

Copyright 2016 - Todos os direitos reservados.

Cadernos

Sobre

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo