Juara

07/12/2018 08:43 Acesse Notícias/Rádio Tucunaré

Homem que se apresentou como médico em Juara foi liberado após ser ouvido pela Polícia e responderá em liberdade

O delegado de Polícia Judiciária Civil de Juara, Dr, Carlos Henrique Hengelman abriu inquérito para investigar sobre o crime de falsidade ideológica praticada por Eltonlenon que se intitulou como médico e teria atuado no plantão de uma noite no pronto socorro municipal de Juara.

Conforme noticiado pela reportagem da Rádio Tucunaré, o acusado apresentou currículo e carteira do CRM – Conselho Regional de Medicina de Mato Grosso, em Eliatan da Silva Nogueira que pertence a seu primo.

Apesar de ter trabalho um dia, segundo o secretário de saúde de Juara, Antônio José Santana Neto, não foi constatado nenhum dano a saúde pública, visto que o falsário não recebeu honorário.

O delegado explicou a reportagem da Rádio Tucunaré que o envolvido assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), onde se comprometeu em comparecer em audiência no Juizado Especial Cível e Criminal do fórum da Comarca de Juara, e por isso foi liberado logo em seguida, tendo em vista que o crime é de menor potencial ofensivo, segundo a lei.

Somente mediante ao final de todos os elementos perquirição colhido é que poderá saber quais os tipos de crimes o acusado deverá responder de conformidade com a lei.

“Enquanto isso, Eltonlenon assim como se intitulou responderá o processo em liberdade, porque a lei não permite que seja preso diante de seu comprometimento”, frisou o delegado.


Rádio Tucunaré

Em tempo record o site mais visitado do Vale do Arinos

Copyright 2016 - Todos os direitos reservados.

Cadernos

Sobre

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo