15 propriedades rurais de Juara ainda não comunicaram a última etapa da vacinação contra brucelose

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

O produtor que ainda não vacinou seu rebanho, as fêmeas com idade de 03 a 08 meses contra brucelose referente a 2ª etapa da campanha que foi de 1º de julho até 31 de dezembro deverá comunicar até o final do ano.

De acordo com o médico veterinário, Francisco Valtenio Sales (Chiquinho) do Instituto de Defesa Agropecuária (Indea) de Juara, cerca de 15 propriedades rurais do município ainda estão pendentes com suas obrigações.

É proibida a vacinação em machos de qualquer idade e de fêmeas com idade superior a 08 meses.

As bezerras vacinadas com RB51 deverão receber a marca com a letra “V”, no lado esquerdo da cara. Já as bezerras vacinadas com B19 deverão receber a marca do algarismo final do ano da vacinação, por exemplo: referente a 2020. A vacinação deve ser feita por médico veterinário ou vacinador sob sua supervisão.

Chiquinho do Indea aproveitou para parabenizar todos os pecuaristas que ao longo do ano manteve seu compromisso com o órgão cumprindo seu dever e os devidos cuidados com a sanidade animal, mesmo em período restrito da pandemia do novo coronavirus.

Fonte: radiotucunare/acessenoticias