Acaba maioria dos bloqueios em Mato Grosso nas BRs-163 e 364; em Lucas permanece

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

Os bloqueios na BR-163 terminaram em Sinop, Sorriso, Nova Mutum, Cuiabá, Várzea Grande e Rondonópólis nas BRs-163/364, no final da tarde, após a decisão da Justiça Federal para que a Polícia Rodoviária Federal encerasse as interrupções do tráfego de carretas e caminhões carregados.

De acordo com a PRF, até às 22:30h, o único bloqueio que permanecia era em Lucas do Rio Verde e não foi previsto quando terminaria. Nos trechos nas demais cidades, o manifesto se encerrou sem registro de incidentes. O movimento aumentou com a retomada da circulação de centenas que estavam parados.

Desde terça-feira (7), o tráfego de carretas e caminhões com combustível, gás de cozinha, materiais de construção, produtos agrícolas e muitos outros (exceto de cargas vivas e perecíveis) estava sendo bloqueado para reforçar a mobilização nacional em apoio ao presidente Bolsonaro. Mas o governo acabou apelando para os caminhoneiros encerrarem os protestos, que ocorreram em 16 Estados, para evitar desabastecimento. Na região Norte, por exemplo, um dos produtos que ficou com baixo estoque foi de combustível. Em Sinop, por exemplo, diversos postos ficaram sem etanol e gasolina comum para vender.

O juiz federal Rodrigo Souza, da vara de Rondonópolis, determinou hoje que a Polícia Rodoviária Federal a usasse os “meios necessários, inclusive de força física, com razoabilidade, para que haja efetivamente a desobstrução das vias federais bloqueadas e a retirada de obstáculos e ofendículos alocados pelos manifestantes, devendo ser conduzidos à delegacia da Polícia Federal mais próxima todos aqueles que se opuserem ao cumprimento da medida judicial ora determinada, em razão de eventual prática de crime de desobediência”. E, se houvesse resistência, a polícia deveria “promover a identificação pessoal de todos aqueles que recalcitrarem ao cumprimento da presente ordem de desbloqueio, para fins de aplicação de multa pessoal de R$ 5 mil”.

Fonte: Só Notícias

Mais recentes

Juju Salimeni interagiu com os seguidores novamente na última quinta-feira, e através da caixinha de perguntas no Instagram, abriu o coração ao ter sido questionada sobre o fato de não querer ter filhos. Na ocasião, um internauta citou papo de maternidade, e a musa fitness justificou a decisão. “O povo adora julgar, mas não quer saber a visão de cada um. Não é uma decisão eterna, pode ser que mude algum dia. Nunca tive esse sonho. Não sinto vontade de ser responsável por outra vida”, iniciou ela, que recentemente terminou o namoro com o empresário Helisson Dias. “Tenho desejos e planos que não quero abrir mão e como mãe teria que fazê-lo. Ser mãe é um compromisso eterno que não me sinto apta a assumir. Não tem nada a ver com corpo, porque sei que sou capaz de voltar a forma totalmente. Simplesmente não tenho vontade e isso é normal”, concluiu Juju Salimeni.

Siga-nos

Com muito ❤ por go7.site