Acusado de homicídio em Juína depõe em Juara e alega amnésia por problemas mentais

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

Um homicídio e outros três feridos. Esse foi o resultado de um crime cometido em Juína, onde o acusado fugiu e se apresentou na delegacia de Juara.

O Delegado de Polícia Civil Dr Carlos Henrique Engelmann relatou a reportagem da Rádio Tucunaré e site acesse notícias, que recebeu um advogado que entabulou a apresentação desse indivíduo.

Dr Carlos entrou em contato com o delegado de Juína para tomar conhecimento do ilícito e no dia 14, coletou as informações desse indivíduo em depoimento.

No depoimento o indivíduo alegou doença mental e disse que não lembrava de ter portado arma de fogo e nem motivos e os circunstâncias relacionadas ao ilícito. Após ouvir todas as suas alegações a termo, encaminhado para delegacia de polícia de Juína que está à frente das investigações desse caso.

Até este momento não existe nenhum mandado de prisão e também não se encontra mais em situação de flagrante delito e por isso após prestar depoimento, saiu na companhia de seu advogado.

O indivíduo não apresentou a arma e alegou que após o cometimento do ilícito se desfez dela jogando-a fora e também não soube indicar onde teria sido esse local.

Na unidade da delegacia de Juara não existe nenhum registro de passagem desse indivíduo embora seja alguém conhecido da polícia, encerrou o delegado

Fonte: Rádio Tucunare e Acesse Notícias

Com muito ❤ por go7.site