Adiado juri do casal acusado de assassinar filha de 07 meses em Tabaporã

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
https://www.shutterstock.com/

Raquel Araújo Dias e o esposo dela, Tiago Silva Lacerda que são acusados de terem matado a filha de 07 meses de nascida e jogado o corpo da menina em um poço no município de Tabaporã em dezembro de 2019 deveria ter ido a julgamento nesta terça-feira, dia 03 de março de 2021, mas o júri foi adiado.

O motivo do adiamento, segundo o Ministério Público Estadual, ocorreu porque delegado de Jataí (GO), Agnaldo Coelho Alves se encontra gozando de suas férias.

Como seu depoimento é de suma importância neste crime, o júri foi adiado por decisão do juiz de direito da Comarca, Dr. Rafael Depra Panichella que remarcou a data do julgamento para o dia 29 de março de 2021.

A sessão de júri será realizada na câmara de vereadores de Tabaporã. O pai e a mãe da criança irão a julgamento por homicídio qualificado e também serão julgados pelo crime de ocultação de cadáver.

Fonte: Redação acessenoticias