Apenas uma “terrível tragédia” reaproximaria William e Harry

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

Os desentendimentos entre os príncipes William e Harry não estão perto de chegar ao fim, segundo especialistas em família real.

De acordo com a editora-chefe da Majesty Magazine (Revista Majestade, em tradução do inglês), Ingrid Seward, a paz entre os irmãos só voltará a reinar após o divórcio de um dos dois com as respectivas esposas.

O mais velho, William, é casado com Kate Middleton desde 2010, enquanto o caçula consagrou o matrimônio com Meghan Markle em 2018.

Em entrevista ao podcast britânico Save The Queen, a especialista em assuntos reais afirmou que as desavenças entre os filhos de Lady Di foram mais aprofundadas com a decisão de Harry e Meghan em se afastarem da vida real.

Seward, que acompanha as tribulações da família há décadas, alegou que apenas uma “terrível tragédia” seria capaz de fazê-los reatar os elos e se reaproximar.

“Duvido que algum dia eles voltem a ser como costumavam ser. (…) Provavelmente, é um relacionamento rompido. Talvez se algo acontecesse com Catherine ou Meghan, os meninos ficariam juntos novamente”, acredita.

A rixa entre Harry e William teria se potencializado antes do casamento do mais novo, segundo o site Daily Mail. O pai de três filhos se posicionou contra o relacionamento do irmão, o aconselhando a não ter pressa em conhecer a pretendente.

Harry não entendeu a fala como algo amigável, rotulando William como “esnobe” e acreditando que ele e Kate Middleton não foram receptivos o suficiente com Meghan.

O autor de Battle of Brothers (Batalha dos Irmãos, em tradução do inglês) Robert Lacey examina a cisão entre os dois duques como irreversível. Lacey afirmou que os irmãos têm “cinco meses para curar a ferida” ou o relacionamento nunca se recuperará.

A data estipulada tem a ver com o prazo final de revisão do novo relacionamento de Harry e Meghan com a monarquia, previsto para março do ano que vem. O escritor acredita que, caso os duques de Sussex optem por continuar fora da realeza, a chance de reconciliação entre William e Harry se torna quase nula.

Fonte: METRÓPOLES

Com muito ❤️️ por GO7.SITE

⚙️