Arroba do boi valoriza 9% em relação ao ano passado em Mato Grosso

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Só Notícias (foto: arquivo/assessoria)

Os preços da arroba do boi e da vaca gorda apresentaram variações menos intensas, mês passado, em Mato Grosso, porém alcançaram recordes em termos nominais. No comparativo de janeiro com o mesmo mês do ano passado, quando o momento tende a pressionar os preços, a arroba apresentou aumentos significativos de 9,05% para o boi e 8,49% para a vaca.

“Contudo, mês passado os acréscimos foram menos expressivos e a alta registrada foi de 4,85% e 5,28%, fixando-se a uma cotação média de R$ 290,30/@ e R$ 279,10/@, respectivamente, ante o mês anterior. Dentre os principais motivos que limitaram possíveis elevações nos preços da arroba estão: a redução da demanda interna pela carne bovina no varejo que já se encontrava tímida devido à crise do coronavírus e se agravou ainda mais com as precificações elevadas nas gôndolas”, constatou o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária. “O recuo da demanda internacional, uma vez que as exportações mato-grossenses reduziram 7,91% no mesmo período”, foi o outro fator apontado.

Quanto as exportações, o IMEA informa que, na América do Sul, o Brasil tem alcançado mais espaço no mercado internacional porque, “desde maio do ano passado, os preços, tanto em Mato Grosso quanto em São Paulo, ficaram superiores aos preços observados em países como a Argentina – devido às atuais questões econômicas que resultaram em desvalorização cambial no país – e Uruguai –diante da sobre oferta no mercado como reflexo do recuo das exportações no período”.

Fonte: Só Notícias (foto: arquivo/assessoria)