Bolsonaro elogia agronegócio na pandemia: ‘Não teve lockdown’

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

Apreensões de armas e drogas

Em seu discurso, Bolsonaro disse também que o sistema inaugurado nesta terça deve ajudar o país a monitorar as fronteiras e, assim, fortalecer o combate aos grupos criminosos.

“De maio para cá, a Polícia Federal e a Polícia Rodoviária Federal vêm batendo recordes na apreensão de drogas e armamentos pelo país. Isso que estamos inaugurando aqui vai ajudar em muito no combate a esse tipo de crime.”

Em sua despedida, Bolsonaro cometeu uma gafe que costuma irritar os sul-matogrossenses, chamando o Estado pelo nome do vizinho. “Muito obrigado a todos vocês, Brasil acima de tudo e Mato Grosso acima de todos”, declarou, e se corrigiu em seguida: “Mato Grosso do Sul acima de todos.”

Pouco antes do presidente, falou o governo do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB), que ouviu protestos próximos ao local da solenidade.

Azambuja agradeceu o trabalho dos órgãos ligados ao governo federal que ajudam o Estdado em diversas frentes, citando a contenção das queimadas no Pantanal e a apreensão de drogas nas fronteiras.

Ele pediu urgência na relicitação da malha ferroviária, a Malha Oeste, e a proteção às fronteiras do Brasil.

Fonte: R7

Com muito ❤ por go7.site