Centro de transplantes do DF oferece atendimento a famílias

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Agência Brasil

O Centro de Transplantes do Distrito Federal oferece um serviço de atendimento para famílias de doadores de órgãos. O projeto, batizado de Follow up, disponibiliza acompanhamento psicológico e apoio no momento de luto.

Podem acessar o serviço famílias que tenham autorizado a doação de órgãos e tecidos de algum dos seus integrantes. Essa permissão é uma condição colocada pela legislação para o procedimento.

A central entra em contato com as famílias, por meio do membro que fez a autorização da doação de órgãos. É apresentada a alternativa do serviço. Caso o familiar demonstre interesse, são feitas três seções de acompanhamento psicológico por telefone.

Os profissionais, psicólogos e residentes na área trabalham de forma breve, logo após a perda, e avaliam a situação dos familiares e indicam estratégias e práticas que podem contribuir com o enfrentamento do luto.

Caso identifiquem atendimentos que a pessoa demanda uma continuidade do acompanhamento psicológico para lidar com o luto, esse caminho é apresentado ao familiar, com sugestões de onde encontrar ajuda.

Segundo o centro, o objetivo do projeto Follow up é mitigar os impactos psíquicos causados pela perda de um ente querido e auxiliar as pessoas neste momento de sofrimento.

Fonte: Agência Brasil

Mais recentes

Juju Salimeni interagiu com os seguidores novamente na última quinta-feira, e através da caixinha de perguntas no Instagram, abriu o coração ao ter sido questionada sobre o fato de não querer ter filhos. Na ocasião, um internauta citou papo de maternidade, e a musa fitness justificou a decisão. “O povo adora julgar, mas não quer saber a visão de cada um. Não é uma decisão eterna, pode ser que mude algum dia. Nunca tive esse sonho. Não sinto vontade de ser responsável por outra vida”, iniciou ela, que recentemente terminou o namoro com o empresário Helisson Dias. “Tenho desejos e planos que não quero abrir mão e como mãe teria que fazê-lo. Ser mãe é um compromisso eterno que não me sinto apta a assumir. Não tem nada a ver com corpo, porque sei que sou capaz de voltar a forma totalmente. Simplesmente não tenho vontade e isso é normal”, concluiu Juju Salimeni.

Siga-nos

Com muito ❤ por go7.site