A terceira região a receber o 15º Circuito Aprosoja é a Oeste.

 

A caravana vai passar pelas cidades de Campos de Júlio, Sapezal, Campo Novo do Parecis, Tangará da Serra e Diamantino para debater o tema “Tributação: Quem paga a conta”?

 

Considerado um dos maiores eventos da cadeia produtiva do país, o encontro vai proporcionar aos produtores rurais conhecimento dos impactos da reforma tributária, caso seja aprovada da forma como está.

 

O Circuito Aprosoja é promovido pela Associação dos Produtores de Soja e Milho, que traz o renomado palestrante e idealizador do Imposto Único, Marcos Cintra.

 

Vão participar dos debates, o presidente da entidade, Fernando Cadore, o superintendente do Imea, Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária, Daniel Latorraca e delegados coordenadores de cada núcleo.

 

A mediação será feita pelo diretor executivo da Aprosoja, Wellington Andrade.

 

O presidente da Aprosoja, Fernando Cadore, disse que estão sendo percorridos 26 municípios, além da capital de Mato Grosso, levando informações da entidade, e principalmente ouvindo as demandas dos produtores, críticas e sugestões, além de mostrar aos associados o que os impostos dessa reforma tributária podem causar.

 

A programação do Circuito Aprosoja pela região oeste será aberta em Campos de Júlio, no dia 30 de agosto. No dia seguinte, o evento passa por Sapezal.

Já no dia primeiro de setembro chega a Campo Novo do Parecis. Dia dois, estará em Tangará da Serra e fecha a programação no dia três de setembro em Diamantino. Em todas as cidades o evento começa às seis e meia da tarde.

O Circuito Aprosoja pela região Leste que estava marcado para a semana de seis a 10 de setembro foi suspenso.

 

O encerramento do projeto será no Buffet Leila Malouf, em Cuiabá, no dia 13 de setembro, às sete horas da noite.