Comunidade Água Boa em Juara possui 90 famílias, mas nem todos sobrevivem da agricultura

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Foto cedida pela diretoria

Moradora a 10 anos na Comunidade Água Boa, a 09 km da zona urbana de Juara, Elisângela Batista que ocupa o cargo de presidente da Associação dos Produtores Rurais fala um pouco como os moradores se sobrevivem na comunidade.

Ele explica que trabalhou no ramo de hortaliça plantando alface com seu pai, e que a atividade da agricultura familiar é muito bom tanto para consumo próprio como para agregação de valores econômicos, uma vez que vendia para o comercio local em Juara.

Já na Comunidade Água Boa existem cerca de 90 famílias, porém, nem todos sobrevivem da produção e tem outras atividades extras, ou seja, serviços na cidade e outros se mantem somente da produção que entrega no mercado  local.

A secretaria municipal de agricultura de Juara tem dado suporte com orientações no plantio, e é importante que os moradores interessados em produzir com qualidade devem procurar a secretaria municipal de agricultura para receber suporte, conforme disse Elisângela Batista.

O produtor rural, Valdir Machado, ex-vereador de Tabaporã que carrega uma grande bagagem de experiências na produção de maracujá tem prestado apoio agregando valores aos moradores da comunidade.

Ele fez reuniões com os produtores dando dicas e mostrando um pouco de como de produzir o maracujá e também como trabalhar com a produção da abobora cabotin, e com isso deixou alguns moradores mais empolgados em produzir, segundo disse a presidente, Elisângela Batista.

As experiências somadas e a boa vontade de cada produtor e morador da comunidade tem feito o local cada mais bonito com pequenas mercearias e outros investimentos.

Fonte: Acessenoticias/radiotucunare

Com muito ❤ por go7.site