Conselho Tutelar de Juara recebeu várias denúncias de estupros devulnerável

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

Somente  neste ano de 2020, o Conselho Tutelar de Juara registrou várias ocorrências de estupro de vulnerável, e somente no mês de outubro foram registrados cerca de 06 estupros nessa natureza e passam a ser investigados a partir da denuncia no órgão.

O Conselho Tutelar trabalha em parceria com o Ministério Público e Poder Judiciário que através da Polícia Judiciária Civil e demais órgãos constituídos passam a investigar os casos.

O Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) unidade pública da política de Assistência Social onde são atendidas as famílias e pessoas que estão em situação de risco social ou tiveram seus direitos violados atende crianças e adolescentes vítimas desses crimes, e conta ainda com parceria da secretaria municipal de ação social.

Em entrevista a reportagem da rádio Tucunaré e acessenoticias, o conselheiro tutelar de Juara, Jetro Constantino de Souza explica como as denuncias chegaram ao órgão e destaca que é importante, que qualquer pessoa que tiver conhecimento de fatos dessa natureza façam as denuncias para que os autores dessa ação não fiquem em pune.

Jetro Constantino desta que os dados são preocupantes para a cidade de Juara, mas que todos são atendidos dentro das medidas previstas em lei com os devidos acompanhamentos.

Ouça na íntegra a entrevista do conselheiro tutelar de Juara, Jetro Constantino de Souza:

Os crimes causa sérios traumas nas vítimas e o tempo de recuperação depende muito de cada caso, conforme disse a psicóloga do CREAS, Dra Renata Meira da Silva, que destacou que tem recebido os casos e feito inúmeros acompanhamentos nesse sentido em Juara.

Todos os casos envolvendo os crimes de abusos e violências contra crianças e adolescentes são atendidos pelo Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) unidade pública da política de Assistência Social através da psicóloga do CREAS, Dra Renata Meira da Silva que classificou a situação desses crimes como lamentável.

Ouça a entrevista da psicóloga do CREAS, Dra Renata Meira da Silva:

Fonte: radiotucunare/acessenoticias

Com muito ❤️️ por GO7.SITE

⚙️