Custo de produção de algodão em Mato Grosso sobe novamente

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

O Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (IMEA) informou, ontem, o novo levantamento do custo operacional efetivo da safra de algodão. Em setembro, chegou a R$ 14.201,88/hectare, alta de 2,27% ante a agosto principalmente ocasionada devido os custos com fertilizante e corretivo (+7,05%) e dos  defensivos (+1,90%). A valorização desses insumos é reflexo da demanda aquecida e a oferta limitada, que, por sua vez, foram causadas pela instabilidade do fornecimento dos insumos devido às sanções impostas pelos Estados Unidos sobre a Bielorrússia.

“Para se ter  uma ideia do reflexo da alta no preço, a relação de  troca do principal fertilizante da cultura, o KCL, vem
apresentando ampliação desde o mês de jun.21 e só exibiu a primeira queda desde então em set.21, devido à forte alta no preço da pluma. Desse modo, para o produtor adquirir uma tonelada do KCL são necessárias 30,61 @ de pluma, elevação de 75,58% ante o mesmo período da safra passada, quando essa relação era de 17,44 @. Por fim, o produtor que deixou para comprar a maior parte dos insumos neste período poderá ter sua margem mais estreita nesta safra< conclui o instituto, no boletim semanal.

Na última sexta-feira, o reflexo da maior oferta da pluma, o preço IMEA apresentou queda de 0,92% quando comparado à semana passada e a arroba fechou a R$ 191,77/@.

Fonte: Só Notícias (foto: arquivo/assessoria)

Com muito ❤ por go7.site