Depois da escassez, peixes da espécie Matrinchã começa a predominar no Rio Arinos

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

Devido ao atraso do período chuvoso na região do Vale do Arinos em 2021, algumas espécie de peixes acabou ficando mais escasso no Rio Arinos em algumas localidades, foi o que disse o coordenador da Coloniza Z16 de pescadores em Juara, Bento Bezerra.

Segundo, o peixe da espécie Matrinchã foi um deles, que começou a aparecer a partir da primeira semana do mês de maio.

Agora, elas começam a aparecer, e a Matrinchã, por exemplo, depende muito de lugar e a lua precisa estar clara para que ela se alimente e consequente o pescador possa fisgar, conforme disse o pescador Bento. Matrinchã é predominante em local de agua corrente (corredeiras) dos rios.

Apesar de 2021 não ter sido até o momento um bom ano para a pesca, todos os pescadores profissionais que sobrevivem da pesca estão conseguindo pegar peixe para comercialização em Juara e demais municípios da região.

As espécies de peixes mais fisgadas são Matrinchã, cachara e traíra que tem muita procura por parte do consumidor em Juara, mas tem ainda as espécies Mandi Angola, Palmito e Chinelo.

Em Porto dos Gaúchos, segundo o coordenador da Coloniza Z16 de pescadores, Bento Bezerra, o relato é de que safra de peixes estão sendo boas também, inclusive a Matrinchã.

Fonte: Radiotucunare/acessenoticias

Com muito ❤ por go7.site