Discussão sobre pagamento do RGA a professores em Juara gera polêmica entre vereadora e Sindicato.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

Uma polêmica aconteceu após o pronunciamento da vereadora Marta Dalpiaz na Tribuna na última sessão ordinária do dia 14, quando a mesma mostrou indignação por ter recebido a notícia sobre a exclusão de professores da rede municipal, na negociação de pagamentos do RGA, proposto pelo Sindicato dos Servidores a Prefeitura de Juara – SISMUJ.

Em seu pronunciamento, a vereadora demonstrou indignação por ter sido o Sindicato a excluir ir profissionais de educação da negociação.

Nesse momento, nada está decidido sobre o pagamento do RGA, pois o Executivo está analisando a questão do pagamento pedido, sob o ponto de vista jurídico.

Em resposta a esse pronunciamento, a presidente do SISMUJ Edna Benevides, procurou a Rádio Tucunaré, para explicar, que desde janeiro o sindicato vem lutando pelos servidores no modo geral. “Não tenho distinção de falar que é professores e profissionais da educação, pra mim são tudo educação, são profissionais da educação”, disse.

Edna conta, que o prefeito Carlos Sirena a convidou a participar de uma reunião, onde estava presente a secretaria de administração, o secretário de finanças, o procurador do Município, a doutora Tarsila o chefe de Gabinete e ela, para tratar da lei 173, “porque a lei 173, proíbe qualquer aumento real ou reajuste e isso não quer dizer, que esse sindicato, não iria lutar por eles, e pra nós são todos profissionais da educação. A vereadora, ela nunca participou conosco numa reunião com o prefeito, ela não tinha conhecimento de que nós estávamos tratando, o que ela falou na tribuna é uma inverdade, e jamais o sindicato deixaria os nossos professores fora do índice”, declarou.

Edna citou que em outras cidades o RGA foi concedido: “Lucas Lucas do Rio Verde ou município de lá concedeu RGA para todos os profissionais ..todos os servidores do seu município com uma lei anterior de 2019 e concedeu… nós aqui no município temos a lei orgânica que  fala, que nós temos o direito do RGA e está no seu art. 8  e temos o plano de carreira na lei 031 do art. 23 da Lei Complementar 029 em seu art. 20, da Lei Complementar 69, no seu art. 30 e na Lei Complementar dos professores da prova dos profissionais da educação no art. 1 e estão todos aí,  está previsto em lei, fora que nós temos a carta maior que a Constituição Federal em seu art. 37, que fala, que pode sim conceder RGA” explicou. Edna cita que cada categoria possui lei própria.

Um ofício foi encaminhado para uma nova reunião, mas devido a visita do Dep. Federal Juarez Costa ,a reunião não teve participação, porém a luta para conquistar o RGA para o servidores acontece desde o dia 22 de janeiro e é  para todos os profissionais do município, ou seja, para todos servidores público, encerrou esclarecendo a questão, a presidente do SISMUJ.

Fonte: Rádio Tucunare e Acesse Notícias

Com muito ❤ por go7.site