Em Juara fiscais do CRECI/MT alertam população sobre o exercício ilegal da profissão de falsos corretores

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

Fiscais do Creci estiveram em Juara para fiscalizar as ações de corretores sem habilitação que promovem vendas de imóveis, inclusive redes sociais.

Conselho Regional de Corretores de Imóveis. Os conselhos regionais são braços estaduais do órgão nacional de regulamentação da profissão de corretor, o Conselho Federal dos Corretores de Imóveis (Cofeci), fundado em 1962. Desde a fundação do Cofeci, cada estado brasileiro possui uma sede do Creci.

Além de prestar apoio jurídico e promover eventos para os profissionais afiliados, o Creci é responsável por fiscalizar e controlar o ofício de corretor de imóveis. Isso significa que, além de registrar e habilitar os corretores, o órgão pode punir aqueles que trabalham sem o devido credenciamento.

O fiscal Giovani Gilmar Campos, concedeu entrevista a rádio Tucunaré e explicou,  que muitas pessoas vem se passando por corretores e utilizando as redes sociais, mas o CRECI possui fiscais, que atuam observando e por isso ele alerta as pessoas não regulamentadas, a evitarem os processos judiciais devido a prática da atividade de forma ilegal. “todos os campos de atuação com anúncios de venda, os fiscais estão controlando”, disse.

Existem muitos golpes em todo o país e muitas pessoas têm sido prejudicadas com anúncios falsos em redes sociais oferecidos por estelionatários, que se fazem passar por corretores de imóveis.

Para ser corretor de imóvel é preciso fazer um curso técnico e registrar-se no CRECI.

Um dos golpes mais comuns, casas em parcelas facilitadas nada mais é do que um consórcio, só será contemplada quando terminar de pagar, orientou.

O outro fiscal do CRECI que veio a Juara é Peterson Pimenta Cardoso, disse que o objetivo maior da visita é coibir o exercício ilegal da profissão.

Muitas pessoas têm sido lesadas com sonhos, estragados porque fizeram negócio com pessoas sem habilitação.

Quem deseja ser corretor de imóvel pode fazer o curso online que dura cerca de 6 vezes e pode estagiar em alguma imobiliária, orientou.

Uma pessoa que se faz passar por corretor de imóvel, será autuado pela fiscalização, onde um boletim de ocorrência será lavrado e a pessoa vai responder por crime. É uma situação desagradável, disse o fiscal, pois muitas vezes a pessoa se revolta e o caso acaba tendo que ser chamado a polícia.

Quem souber de corretores falsos sem qualificação, denúncia no CRECI através do telefone do CRECI.

Juara possui hoje de 35 a 40 corretores de imóveis e também várias imobiliárias devidamente regulamentadas.

Fonte: Rádio Tucunaré e Acesse Notícias

Com muito ❤ por go7.site