Em menos de 30 dias, casos de dengue duplicam em Juína

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Maurilio Jr./ Repórter em Ação
No dia 11 de março o município de Juína já havia registrado 72 casos de dengue e outro de dengue hemorrágica.
Nesta quarta-feira, (31/03), Juína chegou a marca de 141 casos confirmados da doença, segundo dados da Vigilância em Saúde.
O índice de infestação predial, que mede a quantidade de imóveis com focos de larvas do Aedes Aegypti, aponta que Juína continua acima dos 4,5%, muito aquém do 1% preconizados.
O site Repórter em Ação conversou com o coordenador de combate a endemias, Paulo Santana, que explicou que as equipes têm trabalhado intensamente na fiscalização dos terrenos e orientado os moradores e que a maioria dos focos do mosquito é encontrado em entulhos e lixo jogados nos quintais.
Casos positivos registrados por bairro:
Módulo 05: (60 casos)
Módulo 06: (29 casos)
Padre Duílio: (14 casos)
Módulo 04: (5 casos)
Zona RuralSão José OperárioSetor IndustrialPalmiteira e outros: (33 casos)
Casos subnotificados 
Segundo ainda Paulo Santana, há a possibilidade de subnotificação dos casos de dengue no município, em vista do receio da população em buscar a unidade de saúde mais próxima, para realização de teste de detecção.
Sintomas da dengue
Alguns sintomas da dengue são:
1 – Dor abdominal intensa e contínua
2 – Vômitos persistentes;
3 – Acúmulo de líquidos;
4 – Sangramento de mucosas
5 – Letargia (perda de sensibilidade e movimentos) ou irritabilidade;
6 – Hipotensão postural (tontura e queda de pressão em determinadas posições)
Cuidados com as larvas do mosquito Aedes Aegypti
1 – Tampe os tonéis e caixas d’água;
2 – Mantenha as calhas sempre limpas;
3 – Deixe garrafas sempre viradas com a boca para baixo;
4 – Mantenha lixeiras bem tampadas;
5 – Deixe ralos limpos e com aplicação de tela;
6 – Limpe com escova ou bucha os potes de água para animais;
7 – Retire água acumulada na área de serviço, atrás da máquina de lavar roupa.
8 – Deixe lonas usadas para cobrir objetos bem esticadas, para evitar formação de poças d’água;

Fonte: Maurilio Jr./ Repórter em Ação