Em Tabaporã, Polícia Civil elucida crime de homicídio após 2 anos de investigação e prende advogada

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

A equipe de investigadores da Polícia Judiciária Civil de Tabaporã, região noroeste de Mato Grosso no Vale do Arinos sob comando do Delegado, Dr. João Antônio Batista Ribeiro Torres e Delegado Carlos Henrique de Juara, com uma intensa investigação elucidaram um crime de homicídio que havia sido cometido há 02 anos.

A vítima foi o senhor Roberto Cândido Mateus morto com tiros na cabeça.

Na semana passada foram expedidos 07 (sete) mandados de prisão temporária e 01 mandado de busca e apreensão, foram colhidos 15 depoimentos, entre interrogatórios e oitivas de testemunhas.

Durante a operação desencadeada na última semana, 05 cinco suspeitos foram presos temporariamente e 02 mandados de prisões ainda encontram-se a ser cumpridos até a presente data. Entre os presos está uma advogada acusada de envolvimento nesse homicídio.

Saiba como ocorreu o crime na época:

No dia 06 de outubro de 2019, o corpo de Roberto Cândido Mateus de 42 anos foi encontrado dentro de um veículo em uma estrada vicinal do município de Tabaporã, e de acordo com a Polícia Civil, a vítima, identificada como Roberto Cândido Mateus  tinha marcas de perfurações na cabeça e no rosto.

Ainda segundo a polícia, Roberto foi atingido por pelo menos 04 (quatro) disparos de arma de fogo. Na ocasião, ninguém foi preso.

Na época do crime, o carro em que a vítima estava foi localizado na Estrada do Tatu que dá acesso à comunidade São Cristóvão, zona rural de Tabaporã, e o corpo estava no banco do motorista e o vidro da janela do lado esquerdo estava aberto.

Os policiais revistaram o carro e encontraram os documentos pessoais, além de R$ 90,00 em dinheiro.

Como não há relato sobre as circunstâncias da morte e ou quem poderia ter praticado o crime, a polícia seguiu investigando.

Vítima Roberto Cândido Mateus:

Pode ser uma imagem de 1 pessoa, barba, ao ar livre e árvore

Fonte: Acessenoticias/radiotucunare

Com muito ❤ por go7.site