Em tempos de pandemia, famílias inovam no presente do Dia dos Pais

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

A professora Eluzia Faruba falou que este ano pretende montar uma cesta de café da manhã para seu marido junto com suas crianças.

Eluzia faz parte dos 19% das pessoas que, em pesquisa da Alshop (Associação de Lojistas de Shoppings), falaram que, desta vez, não vão comprar presentes para o Dia dos Pais. E mesmo aqueles que resolveram comprar, vão gastar menos. Segundo a mesma pesquisa, em 2019, a média do valor do presente dos pais foi de R$ 160, já neste ano, 46% dos consumidores declararam a intenção de gastar menos de R$ 150; apenas 27% pretendem desembolsar mais de R$ 150.

O analista de marketing digital Caíque Oliveira está nesse último grupo que vai gastar mais. Ele vai comemorar a data com um churrasco no domingo; e já falou que pretende dar dois presentes para o seu pai.

Para Nabil Sahyoun, presidente da Associação, a pandemia e os horários restritos de abertura causaram uma redução de 60% nas vendas dos shoppings. A previsão da Alshop é de uma recuperação lenta: as vendas neste mês de agosto devem crescer 10% em relação a julho.

Um destaque nesta recuperação são as vendas online, cerca de 46% dos entrevistados pretendem comprar o presente por plataformas de comércio online. Neste sentido, Sahyoun declarou que os shoppings já estavam incluindo suas lojas em marketplaces digitais mesmo antes da pandemia; e os estabelecimentos que ainda não têm um espaço na internet estão correndo atrás para se inserir no mundo digital.

A pesquisa da Alshop foi feita entre os dias 27 de julho e 3 de agosto, com 5.200 consumidores.

Fonte: sapicua

Com muito ❤️️ por GO7.SITE

⚙️