Endotoxinas representam grande desafio para a suinocultura

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

O intestino é um importante órgão para o sistema imunológico dos suínos porque age como barreira para a entrada de patógenos na corrente sanguínea. No entanto, em momentos de estresse de ordem ambiental, nutricional ou metabólica, pode haver aumento da permeabilidade intestinal. “Entre os desafios da suinocultura, a contaminação por endotoxinas é responsável pelo enfraquecimento do sistema imunológico e, consequentemente, queda no desempenho do animal”, explica Augusto Heck, gerente técnico de Suínos da Biomin.

“As endotoxinas são liberadas durante a replicação ou lise bacteriana. São lipopolissacarídeos que compõem a parede celular de bactérias Gram-negativas, como a E. coli e a Salmonella. Elas variam de acordo com a bactéria de origem, sendo mais ou menos agressivas ou patogênicas. Além disso, também agem como potencial barreira de entrada de agentes antimicrobianos na membrana externa das bactérias”, ressalta o gerente.

Augusto também informa que o intestino é a primeira linha de defesa contra as endotoxinas e, caso esteja comprometido por fatores nutricionais, de estresse ou metabólicos, causados pelo calor, contaminação por micotoxinas ou inflamação, pode aumentar o transporte dessas substâncias tóxicas.

“Uma vez na corrente sanguínea, as endotoxinas podem provocar fortes respostas imunes, enfraquecendo o sistema de defesa. Logo, desencadearão uma cascata inflamatória, que aumenta as exigências de manejo por causa da febre. Combinado com a menor ingestão de ração, esse processo provocará a redução de energia disponível para o crescimento. Além disso, uma resposta imunológica muito acentuada pode levar ao choque séptico”, alerta.

O desempenho do inativador Mycofix® contra as endotoxinas foi avaliado recentemente em dois experimentos conduzidos na Universidade Estadual de Iowa (EUA) e no Centro de Nutrição Animal Aplicada (CAN), na Áustria.  O objetivo foi avaliar o seu efeito em endotoxinas e a resposta inflamatória de leitões em desmame, sob condições de estresse provocado por calor.

“Os resultados mostraram que Mycofix® neutraliza os efeitos negativos da maior permeabilidade intestinal, além de reduzir a concentração de endotoxinas no sangue. Mycofix® é um produto de última geração e líder de mercado para a desativação de micotoxinas, que também demonstrou ser eficaz no controle de endotoxinas”, destaca o especialista da Biomin.

Mycofix® é o único inativador de micotoxinas e adsorvente de endotoxinas no mercado aprovado pela União Europeia com a mistura de bioproteção da BIOMIN: combinação de extratos vegetais e de algas cuidadosamente selecionados para oferecer proteção hepática, imunológica e gastrointestinal.

Fonte: Texto Assessoria

Com muito ❤️️ por GO7.SITE

⚙️