Homem veio a óbito após 4 dias de internação com COVID 19 em Juara. Médico faz alerta

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

Nesse dia 18 de outubro o Hospital Municipal de Juara registrou mais um óbito de paciente vítima de COVID-19 num rápida evolução do quadro pulmonar. Trata-se de um homem de 73 anos, que tinha várias comorbidades.

De acordo com o último Boletim epidemiológico de n° 200 divulgado na última sexta-feira dia 15/10, Juara contabilizava 87 óbitos, e 5 pessoas estavam internadas no município.

Nesse dia 18, com a notícia de mais um óbito, a estatística sobe para 88.

Em entrevista à Rádio Tucunaré e site Acesse Notícias, o médico Dr Auro Renan, explicou que existem no momento, 4 pacientes internados com covid-19 e todos com comprometimento pulmonar.

De acordo com o médico, o paciente que veio a óbito não havia sido vacinado, ou pelo menos, não é do seu conhecimento essa informação, no entanto, pelas redes sociais, alguns familiares afirmam que ele havia sido  vacinado com as duas doses da vacina contra o COVID19, porém devido as complicações cardiovasculares que já existiam, entre outras doenças, a piora foi bastante significativa e o mesmo acabou falecendo nesse dia 18.

Esse período que estamos vivendo está surgindo uma nova crescente nos casos de covid-19, onde pacientes que estão internados, onde um veio a óbito hoje, os outros são vacinados, entre primeira e segunda dose, onde a maioria tomou as duas doses, então isso significa que, mesmo estando vacinado, a pessoa continua podendo testar positivo e se contaminar e evoluir para um quadro pulmonar com piora”, explicou.

A vacinação não significa que a pessoa está imune, mas ganha uma probabilidade de não desenvolver a forma grave da doença, disse.

Dr Auro lembrou, que existe alguns agravantes em relação as variantes da doença, e com a diminuição de casos a população acabou relaxando os cuidados e os quadros virais, tem passado “batido”, dores de cabeça, com febre e não estão procurando fazer os testes e algumas variantes dão falso negativo, disse.

Essa situação, os sintomas se agravam e a evolução se torna muito rápida, a variante da COVID19 infelizmente são internamentos de paciente com comprometimento pulmonar importante, e pelo décimo dia.

No caso desse paciente de hoje (18/10), estava internado entre 4 e 5 dias e teve uma evolução rápida infelizmente, disse.

O médico alerta, que as pessoas não devem relaxar nos cuidados preventivos e evitar aglomerações, porque a pandemia não acabou e apesar de inúmeros alertas, a doença não vai embora tão cedo, pois ainda existe uma relutância de muitas pessoas em relação à vacina e também é necessária aprimoramento dela.

Ele concluiu a entrevista deixando um alerta, para que todos se atentem e se resguardem e observe qualquer sinal de gripe e procure atendimento para ser medicado.

Com muito ❤ por go7.site