Justiça condenou a 22 anos de prisão homem que matou e degolou colega de trabalho em Porto dos Gaúchos

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
worldorgs

Em Juri realizado no Fórum da Comarca de Porto dos Gaúchos, no dia 09 de agosto de 2021, o juiz condenou e sentenciou a 22 anos de prisão em regime fechado, Fábio Junior Stringari que matou e degolou o colega de caça, Josiel dos Reis Bispo, no dia 21 de setembro de 2019, na fazenda Itanhangá, zona rural do município de Porto dos Gaúchos.

O juiz entendeu que o réu cometeu o crime com requinte de crueldade por motivos banais e sem chance de defesa da vítima que estava em sua companhia em uma caçada, no dia do ocorrido. Restou constatado que ele cometeu homicídio triplamente qualificado.

De acordo com o despacho do juiz, Fábio Junior Stringari foi sentenciado pelo crime de porte ilegal de arma de fogo e absolvido pelo crime de ocultação de cadáver.

No dia do crime, em 21 de setembro de 2019, na fazenda Itanhagá, Fábio Junior Stringari e Josiel dos Reis Bispo saíram para uma caçada e nesse decorrer de tempo fizeram ingestão de bebida alcoólica, e por motivos ainda incertos, Fábio Junior tirou a vida do colega com disparos de uma arma calibre 28 e em seguida degolou a vítima.

 

Fonte: daredação/Radiotucunare/acessenoticias

Com muito ❤ por go7.site