Justiça levará a julgamento, acusado de matar marido da ex-mulher em Juara

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

O principal acusado de assassina a tiros Agnaldo Frizzera em dezembro de 2015 na cidade de Juara, em um sítio localizado na Linha Barbosa, na zona rural do município irá a Juri popular.

A decisão foi do juiz, Dr. Fábio Alves Cardoso que decidiu submeter a júri popular o acusado.

Segundo a denúncia do Ministério Público do Estado (MPE), o réu não aceitava o fim do relacionamento com a ex-mulher. Na época, a ex-esposa do suspeito estava convivendo com Agnaldo, o que teria motivado o crime.

Ao determinar o júri popular, o magistrado levou em consideração que o próprio réu confirmou que atirou na vítima. No depoimento, o suspeito disse, no entanto, que agiu em legítima defesa, já que Agnaldo teria tentado lhe agredir.

“Assim, tendo em vista que há prova da materialidade e indícios suficientes de autoria, e que, por outro lado, a principal tese defensiva – legítima defesa, não restou devidamente comprovada, é o caso de remessa do caso a julgamento pelo tribunal popular”, comentou o juiz.

O suspeito será julgado por homicídio qualificado, cometido por motivo torpe. Ele chegou a ser preso, mas foi colocado em liberdade, em 2016, por decisão do Tribunal de Justiça.

Fonte: redação/radiotucunare/acessenoticias/sonoticias

Com muito ❤ por go7.site