Justiça mantem na na cadeia, tropeiro de Juara acusado de assassinar rival a facadas em bairro da cidade

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Lawyer in office with gavel, symbol of justice. Legal authority rights concept

Continua preso em Juara, Haroldo Tropeiro acusado de ter assassinado a facadas, Reinaldo José de Souza, de 39 anos em frente a um local de festa em Juara, na Avenida José Alves Bezerra.

A decisão foi do juiz Alexandre Sócrates Mendes da Comarca de Juara que acatou o pedido do Ministério Público, que rejeitou o pedido de habeas corpus impetrado pela defesa do acusado.

A defesa ingressou com pedido de soltura do réu, alegando “a desnecessidade da manutenção da prisão preventiva”. Justificou também que “o acusado é responsável pelo imóvel da família”. Com parecer do Ministério Público Estadual (MPE) pelo indeferimento do pedido, o juiz decidiu manter a prisão.

Imagens das câmeras de segurança filmaram o momento em que Reinaldo foi atacado. A mulher dele estava se preparando para subir na motocicleta, quando um homem se aproxima, a empura e, em seguida, começa a esfaquear Reinaldo.

O Juiz entendeu  que o tropeiro é um dos principais suspeitos de envolvimento no homicídio da vítima.

Na época do crime, Reinaldo José de Souza, de 39 anos parou com sua motocicleta em frente ao local de festa para pegar sua esposa que o espera na Avenida José Alves Bezerra, no bairro Jardim América, quando foi atacada pelas costas a facadas, crime este considerado violente e sem chance de defesa da vítima que recebeu vários golpes. A esposa ainda tentou defender o marido, mas chegou a ser agredida na época.

O crime foi considerado de modo violento, pois segundo consta nos autos a vítima recebeu inúmeros golpes de facadas na região do tórax, abdômen e braços, o que demonstra a frieza e periculosidade do acusado. “A conduta é extremamente grave, eis que se trata de crime contra a vida, praticado na presença de várias pessoas, bem como o modus operandi empregado demonstram crueldade e o despudor em cometerem a ação criminosa em local público, com grande movimentação de pessoas em um ambiente familiar”, justificou Alexandre.

Reinaldo foi socorrido e levado a uma unidade de saúde, no entanto, não resistiu aos ferimentos. A suspeita é que o crime tenha sido cometido por vingança.

Fonte: radiotucunare/acessenoticias/HerbertdeSouza/sonoticias

Com muito ❤️️ por GO7.SITE

⚙️