Levantamento indica que falta colher 33% da soja e alguns produtores têm prejuízos

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Só Notícias/Agronotícias (foto: Só Notícias)

A colheita de soja segue no Estado foi concluída em 67,20% das áreas até a última sexta-feira (05). O levantamento feito pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (IMEA) e divulgado ontem à tarde indica que, a”pesar do notável atraso de 24,27 pontos percentuais em relação à safra anterior, a colheita ultrapassou a faixa mínima dos últimos cinco anos encontra-se 13,07 pontos percentuais distante da média”

O grande volume de chuva em praticamente todas as regiões do Estado já está causando prejuízos para uma parcela dos sojicultores que estão buscando colher o mais rapidamente. “Porém há relatos de maior percentual de grãos avariados ocorrendo, além de altas umidades nas cargas recebidas nas tradings”. Ainda não há estimativa das perdas registradas até o momento.

“Com relação às regiões, o maior avanço semanal observado fica com a Sudeste de Mato Grosso, que apontou 21,37 pontos percentuais o que representa 64,59% de suas áreas colhidas. Já a Oeste apresentou o melhor progresso até agora e é a região com o maior percentual colhido até então, totalizando 80,35% do total das áreas. O menor progresso observado dentre as regiões segue com a Centro-Sul, que aponta 50,42% colhido”, conclui o IMEA, no boletim semanal da soja.

Fonte: Só Notícias/Agronotícias (foto: Só Notícias)