Mato Grosso fecha 2020 com recorde de exportação e fica entre os 5 maiores do Brasil

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

Mato Grosso fechou 2020 com recorde de exportação e terminou o ano como o 5º estado que mais exportou no Brasil. Com as vendas externas na casa de U$ 18,1 bilhões, o estado superou 2019 em 5,5% e subiu uma posição no ranking nacional, respondendo por 8,7% de tudo que o Brasil enviou para o mercado exterior, segundos dados do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) divulgados hoje. É o melhor resultado desde 2009, quando o ministério começou a divulgar as exortações.

Em 2019, quando as exportações também vinham de alta e quando o estado também bateu recorde, Mato Grosso havia exportado U$ 17,2 bilhões e terminado em 6º lugar no país, com 7,7% das vendas brasileiras.

Por outro lado, as importações caíram 8,6% e terminaram 2020 com U$ 1,8 bilhão em compras, o que mostra menor dependência dos produtores locais. Com isso, o saldo do da balança comercial estadual terminou superavitária em U$ 16,3 bilhões.

Mesmo com toda confusão diplomática envolvendo Brasil e China no ano passado e com os produtores apoiando o Brasil ideologicamente, os asiáticos aumentaram as compras em 2,3% e levaram 30% das exportações mato-grossenses. Entre os cinco principais mercados, todos também aumentaram as compras. O Vietnã ficou com 5,8% do mercado, seguido da Holanda com 5,2%, Espanha com 4,9% e Tailândia com 4,8%.

No entanto, o estado continua sem diversificar a sua produção e concentra as exportações nos produtos primários, sem industrializá-los. A soja, em grãos ou em farelo, foi o produto mais vendido com 53% de participação. O milho, com a chegada de indústrias de etanal em Mato Grosso, teve as exportações reduzidas em 13% e ficou com 20% das vendas externas, seguido do algodão com 12%, da carne com 9% e do ouro com 1,5%.

Fonte: sonoticias

Com muito ❤️️ por GO7.SITE

⚙️