Mato Grosso mantém ritmo e começa 2021 com crescimento nas exportações

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

Mato Grosso, que terminou 2020 com aumento de 6% nas exportações mantém o ritmo e começou 2021 com alta de 2,4% no valor de vendas externas na comparação entre o mês de janeiro dos dois anos. Dados do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) divulgados ontem mostram que o Estado já comercializou U$ 988 milhões no primeiro mês deste ano contra U$ 965 milhões em janeiro de 2020.

O resultado mantém Mato Grosso como o quinto estado que mais exporta no Brasil e envia para o exterior 7% de tudo que o país vendo para o mercado externo. No movimento contrário, as importações subiram 27% e chegaram a U$ 199 milhões, deixando o saldo da balança comercial superavitário em quase U$ 789 milhões.

O janeiro só não foi melhor porque a China diminuiu as compras em U% 81 milhões, 32% a menos do que o período passado. Pelo menos em janeiro, o gigante asiático já não domina o mercado local como terminou 2020, quando comprou 30% da exportação. Agora a China tem 18% de participação e vê a Indonésia, outro asiático, comprar U$ 60 milhões a mais (93% a mais do que janeiro passado) se aproximar e ficar com 13% do mercado mato-grossense.

O Egito aumento as compras em 200% e fechou o mês como terceiro destino das vendas estaduais, seguido da Tailândia com 7,2% das compras e do Vietnã com 6,9%. Os dois últimos aumentaram as compras, respectivamente, em 25% e 7,4%.

O algodão foi o produto mais vendido com 29% de participação, seguido do milho com 27%. A soja, que é o principal produto de Mato Grosso e que começou a ser colhida recentemente, ficou com 24%, a carne com 11% e o ouro com 1,7%.

Fonte: Sonoticias

Com muito ❤️️ por GO7.SITE

⚙️