Média de mortes por covid-19 tem queda de 32% em um mês no país

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Agencia Brasil

O Brasil registrou ontem (20) 807 mortes por covid-19, segundo a média móvel de sete dias divulgada pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Na comparação com um mês antes, quando houve 1.192 óbitos, observou-se uma queda de 32% na média de mortes diárias.

Em relação a duas semanas antes, quando houve 900 óbitos, a queda chegou a 10%. Há dez dias, ou seja, desde o dia 11 de agosto (884 mortes), o país vem apresentando uma média diária de mortes inferior a 900.

As 807 mortes observadas ontem também estão no menor patamar desde 7 de janeiro deste ano, quando foram registrados 793 óbitos.

Na comparação com o pico da pandemia, em 12 de abril, quando foram observados 3.124 óbitos, a queda é de quase quatro vezes.

A média móvel de sete dias é calculada somando-se os dados do dia em questão com os seis dias anteriores e dividindo-se o resultado por sete.

Fonte: Agencia Brasil

Mais recentes

Juju Salimeni interagiu com os seguidores novamente na última quinta-feira, e através da caixinha de perguntas no Instagram, abriu o coração ao ter sido questionada sobre o fato de não querer ter filhos. Na ocasião, um internauta citou papo de maternidade, e a musa fitness justificou a decisão. “O povo adora julgar, mas não quer saber a visão de cada um. Não é uma decisão eterna, pode ser que mude algum dia. Nunca tive esse sonho. Não sinto vontade de ser responsável por outra vida”, iniciou ela, que recentemente terminou o namoro com o empresário Helisson Dias. “Tenho desejos e planos que não quero abrir mão e como mãe teria que fazê-lo. Ser mãe é um compromisso eterno que não me sinto apta a assumir. Não tem nada a ver com corpo, porque sei que sou capaz de voltar a forma totalmente. Simplesmente não tenho vontade e isso é normal”, concluiu Juju Salimeni.

Siga-nos

Com muito ❤ por go7.site