Ministra vem a Mato Grosso lançar programa social para os municípios

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

A ministra da Mulher, Famílias e Direitos Humanos, Damares Alves, deverá estar em Cuiabá, no próximo dia 18. A informação foi confirmada, hoje, pela Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM), que aproveitará a vinda da ministra para assinar, em parceria com  Associação para o Desenvolvimento Social dos Municípios de Mato Grosso (APDM), um termo de parceria com o  Ministério para a implantação do programa Famílias Fortes no Estado.

O convite à ministra Damares Alves foi feito pelo presidente da AMM, Neurilan Fraga, pela presidente da APDM, Scheila Pedroso, que também é primeira-dama e secretária de Assistência Social de Sinop, e pelo senador Wellington Fagundes, que é vice presidente da Frente Parlamentar Municipalista e ajudou a consolidar a agenda com a ministra, durante uma reunião em Brasília ocorrida em junho.

Além do Famílias Fortes, a ministra também estará no auditório da AMM no dia 18 para o lançamento da Escola de Formação Municipalista da APDM. Conforme a programação, às 10h terá início a abertura do evento que também será transmitido pelo canal da APDM no Youtube. Em seguida, haverá a assinatura do protocolo de intenção entre a AMM, a APDM e o Ministério, além da assinatura do acordo de cooperação técnica com os 141 municípios de Mato Grosso. Às 10h30, será realizado o lançamento da Escola Municipalista, seguido do pronunciamento dos dirigentes das entidades, prefeitos, parlamentares e a ministra Damares Alves.

Em relação ao programa Famílias Fortes, o presidente da AMM reforçou a necessidade de consolidar a iniciativa nos municípios, visando resgatar os laços familiares, que estão se perdendo ao longo do tempo. “Com ações preventivas, é possível evitar que nossas crianças se percam na prostituição, nas drogas e na violência urbana”, assinalou Neurilan, defendendo a realização de um trabalho integrado entre as secretarias de Ação Social, Saúde e Educação para garantir a consolidação do programa nos municípios.

 

A presidente da APDM, Scheila Pedroso, destacou a importância do programa nacional, de grande relevância para os municípios e enalteceu o lançamento que vai ocorrer com a presença da ministra Damares em Cuiabá. “Ela que nos acolheu e abraçou nossas ideias. O programa vai fazer a diferença nas famílias, fortalecer vínculos e somar com a assistência social”, frisou, lembrando que o objetivo é melhorar a qualidade das relações familiares e estabelecer ações preventivas.

O programa é coordenado pelo ministério da Mulher, Família e dos Direitos Humanos e consiste em uma metodologia de sete encontros semanais voltados para famílias com filhos entre 10 e 14 anos. As atividades ocorrem em dois momentos. No primeiro, os pais e responsáveis se reúnem em uma sala e os filhos de 10 a 14 anos em outra.

Os adultos são ensinados a esclarecer as expectativas com base nas normas de desenvolvimento de crianças e adolescentes, a usar práticas disciplinares apropriadas, a gerenciar emoções fortes em relação aos filhos e a se comunicar de maneira eficaz. Já os filhos aprendem habilidades para a interação pessoal e social, como ter metas que deem sentido à vida, seguir regras, reconhecer as dificuldades e qualidades dos pais, lidar com a pressão dos amigos, saber identificar modelos positivos e ajudar os outros.

Já na segunda parte do encontro, pais e filhos se reúnem numa mesma sala onde praticam as habilidades que aprenderam. Eles trabalham na resolução e comunicação de conflitos e se envolvem em atividades para aumentar a coesão familiar e o envolvimento positivo dos filhos na família. Para a condução dos encontros, os facilitadores dispõem de um manual com detalhes de todas as atividades e de vídeos que abordam os temas a serem trabalhados com as famílias.

Fonte: Só Notícias (foto: Valter Campanato/Agência Brasil)

Mais recentes

Juju Salimeni interagiu com os seguidores novamente na última quinta-feira, e através da caixinha de perguntas no Instagram, abriu o coração ao ter sido questionada sobre o fato de não querer ter filhos. Na ocasião, um internauta citou papo de maternidade, e a musa fitness justificou a decisão. “O povo adora julgar, mas não quer saber a visão de cada um. Não é uma decisão eterna, pode ser que mude algum dia. Nunca tive esse sonho. Não sinto vontade de ser responsável por outra vida”, iniciou ela, que recentemente terminou o namoro com o empresário Helisson Dias. “Tenho desejos e planos que não quero abrir mão e como mãe teria que fazê-lo. Ser mãe é um compromisso eterno que não me sinto apta a assumir. Não tem nada a ver com corpo, porque sei que sou capaz de voltar a forma totalmente. Simplesmente não tenho vontade e isso é normal”, concluiu Juju Salimeni.

Siga-nos

Com muito ❤ por go7.site