Números de violência contra a mulher estão entre os maiores registros na Polícia Judiciária Civil

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

Em 2019, o Brasil teve um aumento de 7,3% nos casos de feminicídio em comparação com 2018, e segundo um levantamento realizado, isso foi feito com base nos dados oficiais dos 26 estados e do Distrito Federal.

Os dados mostraram que foram 1.314 mulheres mortas pelo fato de serem mulheres, uma a cada 07:00h, em média. Um dos fatores que causam esse tipo de aumento, segundo pontuou o delegado, é quando a mulher registra a queixa contra o agressor, as autoridades tomam providências, e depois ela mesma, a própria vítima pede a retirada do processo contra o agressr, no sentido de reatar o namoro ou casamento.

A tanto a Polícia Militar, quanto a Polícia Judiciária Civil e o Judiciário tem atendido a essas mulheres e tomado as devidas providências na formalidade da lei com medidas protetivas e outras ações.

Já em 2020, mesmo com várias campanhas de conscientizações, medidas repressivas, entre outros fatores, os casos de violência contra a mulher ainda vem se destacando nas estatísticas da Polícia Judiciária Civil e vários casos são registrados diuturnamente, segundo disse em entrevista a Rádio Tucunaré, o delegado de Polícia Judiciária Civil, Dr. Carlos Henrique Engelmann.

Ouça a entrevista na íntegra sobre o assunto:

 

Fonte: Radiotucunare

Com muito ❤ por go7.site