Oficinas de trabalhos ajudam na ressocialização de recuperandos da Cadeia Pública de Juara

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Radio Tucunaré de Juara

Através de oficinas de trabalho, vários recuperandos da Cadeia Pública de Juara está se ressocializando, conforme disse o diretor da unidade, Pedro Zarlan da Costa Galdino Peres.

Atualmente, pelo menos duas oficinas de trabalhos internos se tornaram oportunidade de trabalho e ressocialização de recuperandos na unidade, sendo uma marcenaria produtiva, onde trabalham uma média de 10 a 15 recuperandos e uma fabrica de frauda geriátricas em parcerias com o Lions Clube de Juara.

Outra forma de ressocialização dos recuperandos é a Escola Fundação Nova Chance que funciona dentro do Sistema Prisional/Cadeia Pública, onde os interessados tem a oportunidade de se integrar a sociedade, estudar e adquirir mais conhecimentos para sua vida futura fora da prisão.

Existente ainda um temos parceria extra-muro, onde os recuperandos prestam serviços sociais através dos órgãos, sendo secretaria de assistência social do município, Associação dos Criadores do Vale do Arinos (Acrivale) e Escola Estadual Militar Tiradentes.

Pedro Zarlan da Costa Galdino Peres, atual diretor da cadeia pública de Juara disse que é filho de um ex-agente prisional de Juara e que já conhecia o funcionamento do órgão. Ele veio de Porto dos Gaúchos onde estava lotado para direcionar a cadeia pública do município.

“Aqui é uma nova experiência e um novo desafio, mas os trabalhos estão em ordem, e todos trabalham de forma harmoniosa”, destacou Pedro Zarlan.

Fonte: Acessenoticias/radiotucunare