Organização quer ampliar zonas livres de febre aftosa em Mato Grosso, Vídeo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

Mais municípios mato-grossenses podem se tornar zonas livres da aftosa, o que representa um avanço para centenas de pecuaristas que mantém há anos rígidos padrões de qualidade na criação de gado. O Estado não tem casos da doença há 3 anos.

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, anunciou que a Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) emitiu parecer para ampliar zonas livres de febre aftosa no Estado, sem vacinação


Fonte: Só Notícias (foto: arquivo/assessoria)