Pandemia do coronavirus impediu realização da campanha “Julho Amarelo”, diz coordenadora do CTA em Juara

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

Neste ano, o Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) de Juara realiza a campanha “Julho Amarelo” “Julho Amarelo” de luta contra as hepatites virais, campanha esta instituída no Brasil pela Lei nº 13.802/2019, e que tem por finalidade reforçar as ações de vigilância, prevenção e controle das hepatites virais.

A enfermeira e coordenadora do CTA de Juara, Cristiane Ávila frisou que em virtude da pandemia do coronavirus, a coleta de exames de teste rápido e as orientações para os portadores de hepatites virais e outras pessoas estão sendo feitas dentro da unidade do CTA.

Ela explica que existem medicamentos para combater as hepatites, mas que é necessário seguir todo protocolo, principalmente quando a pessoa testa positivo para o vírus da hepatite ‘B’ onde precisa coletar a carga viral para saber a contagem do vírus para saber se precisa ou não de tomar o medicamento, mas que são entregues somente mediante a farmácia de alto custo. Somente as gestantes com sintomas de hepatite ‘B’, e quanto os tratamentos são feitos de forma totalmente gratuitos.

Todas as unidades de saúde PSFs possuem os testes rápidos e para fazê-lo, a pessoas precisa preencher um formulário, sendo que os testes rápidos não são agendados.

O tratamento para hepatites virais também são feitos através de vacinação com três doses.

Ouça a entrevista da enfermeira e coordenadora do CTA de Juara, Cristiane Ávila:

Fonte: radiotucunare/acessenoticias

Com muito ❤ por go7.site