Plantio de milho avança em Mato Grosso e previsão é de chuva suficiente

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

O Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (IMEA) informou, hoje, que com os bons avanços na colheita da soja, a semeadura do milho no Estado começou a ganhar ritmo e avançou 7,92 pontos percentuais na semana, alcançando 9,82% da área total. “Além disso, o progresso da última semana permitiu que o percentual semeado ficasse 0,54 pontos percentuais à frente da média dos últimos cinco anos. Ocorreram alguns relatos de produtores que optaram por esperar para implantar as lavouras de milho, visto que semearam cedo na safra passada e tiveram problemas com grãos avariados, em consequência do excesso de chuvas na colheita”.

O IMEA acrescenta que “ao observar o cenário, se as condições climáticas estiverem propícias, a semeadura deve avançar nas próximas semanas na maioria das regiões, conhecida a preocupação de semear o milho dentro da janela considerada ideal para a cultura”.

Os analistas também informam que a previsão é de volumes pluviométricos menores para os próximos 10 dias, o que pode ser benéfico, visto a necessidade de colher a soja para liberar área para semeadura do cereal. Além disso, os dados do TempoCampo mostram que praticamente todo o estado de Mato Grosso terá pelo menos 200 mm de chuva no acumulado dos próximos 30 dias. “Esse volume é suficiente visto a evapotranspiração da cultura no início do estádio vegetativo. No entanto, os modelos mostram que a segunda semana de março poderá receber um volume menor de precipitações. Assim sendo, o bom andamento dos trabalhos de campo nos próximos dias é vital, devido à necessidade da semeadura na janela considerada ideal, visto que o período de maior exigência hídrica é na fase de embonecamento, e o desejado é que esta ocorra ainda no período de chuvas”, concluem.

 

Fonte: Só Notícias (foto: assessoria)

Com muito ❤️️ por GO7.SITE

⚙️