Policia Civil de Juara captura acusado de crime por rixa entre facções criminosas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

A polícia judiciária Civil de Juara desencadeou investigações na cidade de Lucas do Rio Verde e Sorriso e prendeu acusado de tentativa de homicídio em Juara.

Em entrevista a rádio Tucunaré e site Acesse Notícias, o delegado de Polícia Judiciária Civil de Juara Dr Carlos Henrique Engelmann, informou que desenvolveu investigações relacionadas a uma tentativa de homicídio contra uma pessoa ocorrida em Juara, cuja motivação seria rixa entre facções criminosas, que atuam em todo o estado de Mato Grosso.

Em decorrência dessa situação, a prisão preventiva desse elemento imputado como autor do fato e com mandato expedido pela 3ª Vara da Comarca de Juara e a pessoa procurada foi localizada na Cidade de Lucas do Rio Verde.

Essa pessoa já estava no interior de uma residência, de uma outra, que também estava sobre investigação, inclusive com situação de mando dentro da facção.

Esse meliante foi trazido para a delegacia de Juara e submetido a interrogatório e se encontra na cadeia pública a disposição do juízo local, disse o delegado.

Em decorrência das investigações que aconteceram aqui em Juara, em decorrência da representação policial, a 3° Vara da comarca emitiu um mandado de prisão preventiva para esse acusado e agora foi capturado.

Existem outras pessoas alvos nessa investigação apontados como autores do autor, informou. As investigações já estão em curso na intenção de capturá-lo e colocá-lo no e deixá-lo da Justiça.

O delegado conta que este indivíduo capturado em Lucas do Rio Verde contou a verdadeira “história da Carochinha”, no sentido de que alegou que não esteve no local do crime, que estava no interior da casa dessa pessoa faccionada em Lucas do Rio Verde somente por ser uma parente sua, no entanto e sem justificar esse parentesco. Tudo que ele disse no inquérito policial no ponto de vista analítico da polícia, não passa de uma mentira, pois os fatos investigados são opostos as suas declarações, assim classificou dr Carlos.

Fonte: Rádio Tucunaré e Acesse Notícias

Com muito ❤ por go7.site