Policia Militar de Juara prende em flagrante homem que praticava maus tratos a animais. Veja Fotos

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

Uma ocorrência que chamou bastante atenção foi sobre maus tratos de animais domésticos. Quando a guarnição da Polícia Militar chegou no local, encontraram cães e aves sem alimentação e sem água.

O local do fato foi na linha Barbosa no dia 03 de janeiro, domingo, a após a denúncia os policias foram até o estabelecimento e segundo a Cabo PM Elena, quando chegaram na propriedade foi constatado que um dos animais, um cachorro, já estava morto e dois cachorros estavam amarrados sem água e sem comida, onde todos estavam bastante debilitados e com muitos carrapatos. Haviam algumas aves dentro de um galinheiro também sem comida.

Diante da situação de flagrante, o proprietário recebeu voz de prisão e foi conduzido para a delegacia de polícia judiciária civil.

Os policias colocaram água para os cães e depois levaram para o centro de zoonoses do município para serem tratados. As aves forma soltas e existe a suspeita de que supostamente seriam galos de rinha, atividade proibida no país.

Os maus tratos causaram indignação aos policias e ficaram revoltados com a atitude de pessoas que tem animais e não cuidam da maneira correta. O proprietário dos animais confessou inclusive, que já haviam sido notificados pela vigilância sanitária, porém não fez nada para o cuidado dos animais.

O crime de Maus tratos de animais, recebeu uma alteração na lei e agora é um crime inafiançável pela autoridade policial e o acusado fica a disposição do juízo, que vai decidir se ele responderá em liberdade ou não, além disso, com o objetivo de frear os maus-tratos contra animais, o Presidente Jair Bolsonaro sancionou em 29 de setembro de 2020, a Lei 1.095/2019, que aumenta a punição para quem praticar ato de abuso contra animais e que prevê pena de reclusão de dois a cinco anos, para que fizer maus-tratos, ferir ou mutilar animais.

A legislação abrange animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos, incluindo, então, os cães e gatos, que são as principais vítimas desse tipo de crime. A nova lei cria um item específico para esses animais.

Fonte: Rádio Tucunaré e Acesse Notícias

Com muito ❤️️ por GO7.SITE

⚙️