Produtores de Mato Grosso ‘seguram’ milho disponível a espera de preço melhor

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

O Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária informou, hoje, no boletim semanal, que há dois fatores pressionando a queda do milho disponível no Estado. O preço médio na semana passada fechou em R$ 30, 59 (na anterior estava em R$ 31,31).

“É comum o recuo nos preços no período da colheita, devido a maior oferta de grãos para o comércio. Neste ano não foi diferente, os preços caíram 17,58% nos últimos trinta dias seguindo esta sazonalidade.

No entanto, não é só este fator que está auxiliando na retração das cotações do Indicador Imea, mas também as cotações do milho na bolsa de Chicago (CME) e dólar, que nos últimos meses tiveram variações negativas no mercado financeiro”, apontam os analistas.

“Deste modo, os agricultores do Estado estão optando por segurar o restante da comercialização do milho (restando apenas 14,89% para Mato Grosso), aguardando o término da colheita para se ter ideia de como será a produção na lavoura e afim de esperar preços melhores, como os praticados no início deste ano no mercado do cereal.

Porém, vale salientar que de qualquer maneira os agricultores encontram um cenário mais favorável do que o visto no ano passado, quando a saca do milho era negociada com valor 23,98% menor que o comercializado agora”, conclui o IMEA.

Fonte: Sonoticias

Com muito ❤️️ por GO7.SITE

⚙️