Saiba como foi a primeira semana de pesca profissional no Vale do Arinos após o período da piracema

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

Com o final do período da piracema no último dia 31 de janeiro, os pescadores profissionais e amadores voltaram as atividades já no início do mês de fevereiro. Segundo Bento Bezerra, coordenador da Colônia Z-16 que compreende os quatro municípios do Vale do Arinos, a primeira semana de pesca não foi muito satisfatória.

Bento informou que foram pescados entre 60 a 70 kg de peixes, o que para ele significa pouca quantidade tendo em vista que todos já estavam praticamente encomendados e mal deu para leva-los para serem revendidos na Feira Municipal.

As espécies mais pescadas nesse primeiro momento foram a Matrinxã, Cachara, Trairas e outros peixes menores. O coordenador acredita que com a alta dos rios, os peixes de couro subirão para a superfície e nisso aumentará mais a opção de pescados. Ele ressaltou que após o período da piracema, no início é normal que a quantidade seja menor e a tendência é de que nos próximos meses aconteça um aumento.

A Colônia Z-16 compreende os municípios de Juara, Novo Horizonte do Norte, Porto dos Gaúchos e Tabaporã. Atualmente cerca de 26 pescadores profissionais estão ativos.

Fonte: rádio Tucunaré e site Acesse Notícias

Com muito ❤ por go7.site