Samu 192 nega atendimento e idosa morre em casa em Juína

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

Uma idosa, de 72 anos, moradora da Rua Alta Floresta, no bairro módulo – 5, na cidade de Juína, no Mato Grosso, morreu na madrugada desta terça-feira, dia 29 de setembro, depois de ter atendimento negado pelo Samu.

O atendimento recusado pelo Samu (192) foi confirmado ao site Juína News pelo filho da idosa Claudinei Ribeiro Da Silva. Ele relatou que na madrugada familiares da senhora Maria Aparecida Da Silva acionaram o SAMU por volta das 01:15h da manhã ela ainda estava com sinais vitais, onde a base de atendimento simplesmente negou atendimento a ela, alegando que a ambulância estava “baixada” e não tinha médico, porém, mesmo baixada deveriam ter mandado para prestar socorro. Sem atendimento médico, a idosa veio a óbito em sua residência deixando sua família revoltada e perplexa.

“ É assim que a gente paga para ter a saúde. Não temos palavras para explicar o que estamos sentindo” – se emociona Claudinei, ressaltando que sua mãe era portadora de diabetes, hipertensão, colesterol alto e problemas na coluna.

Se não bastasse a dor da perda de seu ente querido, familiares tiveram que passar toda a madrugada com o corpo da senhora na casa humilde de madeira porque era necessário um médico constatar o óbito e liberar o corpo dela para a funerária. Sem respaldo do poder público, a família chamou um profissional médico de um hospital particular para ir até a residência da idosa e atestar o óbito, e liberar o corpo para que os familiares realizassem os procedimentos fúnebres.

O velório de dona Maria Aparecida está acontecendo na capela da AME.

A secretária de saúde Leda Villaça não tinha conhecimento do caso e deverá se pronunciar sobre o assunto.

Ultimamente a população juinense tem feito várias reclamações relacionadas ao atendimento do 192.

Fonte: juinanews

Com muito ❤️️ por GO7.SITE

⚙️