Santos vence a Chapecoense na Vila e fica mais perto da permanência na Série A

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

O Santos jogou mal, mas venceu a Chapecoense por 2 a 0 na noite desta quarta-feira, na Vila Belmiro, em jogo válido pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os gols foram marcados por Marinho e Marcos Guilherme.

A vitória deixa o Peixe mais perto da permanência na Série A. O Alvinegro vai a 42 pontos e calcula mais dois ou três nos cinco jogos restantes como suficientes para não ser rebaixado pela primeira vez na história. A Chape já caiu matematicamente.

A Chapecoense vendeu caro a derrota para o Santos. O Peixe teve dificuldades ofensivas e pouco incomodou o goleiro João Paulo, xará do santista. Marinho, com problema na coxa, foi substituído ainda no primeiro tempo. Já no fim, o Alvinegro ampliou e garantiu o resultado.

Na próxima rodada, o Santos enfrentará o Corinthians, domingo, na arena do rival. A lanterna Chapecoense recebe o Grêmio, no sábado.

O jogo – A partida começou truncada, com dificuldade para o Santos encontrar espaços na defesa da Chapecoense e até com certos sustos no contra-ataque. Mas aos 24 minutos, Camacho encontrou espaço em um bonito passe. Marinho, na entrada da área, foi derrubado por Jordan. O pênalti em cima da linha foi marcado e o próprio Marinho, aos 26, converteu. Bola para um lado, João Paulo (da Chapecoense) para o outro. 1 a 0.

Autor do gol, Marinho precisou sair aos 36 minutos. O camisa 11 sentiu um problema na coxa esquerda e foi substituído por ngelo. Ele deixou o gramado chorando. O Santos continuou sem conseguir controlar o jogo e quase sofreu o empate. Aos 38, Mike fez boa jogada e chutou colocado de fora da área. João Paulo se esticou inteiro para espalmar. No minuto 45, Mike, de novo ele, bateu de novo de longe e fez João aplicar outra defesa importante.

O Santos continuou pior na etapa final, mas ofereceu menos espaço para a Chapecoense e o goleiro João Paulo (o do Peixe) trabalhou menos. Ele defendeu apenas uma finalização perigosa de Marquinho.

No fim, quando o Peixe caminhava para aquela pressão nos minutos finais, veio o segundo gol. Gabriel Pirani cruzou e Marcos Guilherme só empurrou no segundo pau aos 38. 2 a 0. Marcos ainda acertou o travessão nos acréscimos. O Alvinegro não foi bem, mas os três pontos eram fundamentais. A permanência na Série A está próxima.

Fonte: Gazeta Esportiva (foto: assessoria)

Com muito ❤ por go7.site