Secr.de Saúde de Juara apresenta leitos de estabilização adquiridos com recursos públicos e doações do setor privado

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

Na manhã desse dia 16, secretaria de Saúde convidou a imprensa de Juara para uma entrevista coletiva a fim de esclarecer e alertar a população sobre as últimas notícias sobre a pandemia no Estado de Mato Grosso e os reflexos em Juara e região.

A sociedade juarense se mobilizou para adquirir equipamentos como respiradores, monitores cardíacos e outros, para eventuais pacientes graves com COVID19 e ou outras doenças.

A secretaria de saúde Silvia Sirena disse, que Juara conseguiu se preparar para chegada de um agravo da pandemia, mas a sociedade se uniu e juntamente com recursos públicos foi possível montar leitos com ar comprimido, ou seja, são 10 leitos de estabilização para atender Juara e ao mesmo tempo dar suporte para cidades vizinhas Novo Horizonte do Norte e Porto dos Gaúchos.

Os valores dos equipamentos durante a equipe pandemia sofreu uma variação de altas absurdas e citou como exemplo, a bomba de infusão que no ano de 2019 eram compradas por a 4 mil reais e esse ano está custando 10 mil reais cada e 10 unidades foram adquiridas, disse Sílvia.

A Câmara Municipal de Juara devolveu aos cofres públicos 100 mil reais e com esse recurso foi possível comprar 10 unidades de bomba de infusão, reforçou.

Uma estação de anestesia também foi adquirida para o centro cirúrgico novo do hospital municipal e alguns são utilizados como respiradores, mas hoje estão sendo vendidos “a preço de diamante”, disse.

Aquisição feita pelo conselho gestor de Juara e as aquisições feitas pela Secretaria Municipal de Saúde aconteceram com recursos oriundos do Sistema Único de Saúde.

Os municípios vizinhos também colaboraram com a gestão solidária e um ajuda o outro, disse.

Novo Horizonte doou 3 monitores cardíacos e o termo assinado com os municípios, prevê que cada município tenha suporte para um leito, caso haja necessidade, explicou.

Essa gestão solidária faz a diferença e não existe briga”, destacou.

Nesse momento não existe nenhum caso de COVID19 internado e um quarto está preparado para uma paciente de Porto dos Gaúchos, que está com fratura de fêmur e outras doenças e portanto, não só a população de Juara é assistida no hospital municipal com nascimentos em obstetrícia, na ortopedia, e assim, esse hospital com 34 leitos não é somente para COVID19 e a população continua sendo bem assistida, assinalou.

Ouça a entrevista completa com a secretária Sílvia Sirena:

Fonte: Rádio Tucunaré e Acesse Notícias

Com muito ❤️️ por GO7.SITE

⚙️