Secretaria de Saúde de Juara explica índice de vacinados publicados pelo Estado

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

O governo do estado publicou uma matéria no dia 29 de Março com uma lista de municípios e os índices de vacinação, onde Juara aparece com o índice de 47,43%, por cento na eficiência da aplicação.

Leia: Governo de MT já distribuiu 99,5% das doses recebidas; veja quanto cada município aplicou

A publicação do Governo do Estado,  que não considerou algumas situações importantes antes de ser divulgada, gerou desconforto nos gestores de saúde que agora se veem obrigados a demonstrar para a população o que o Estado não explicou ao fazer classificação.

Entrevista a rádio Tucunaré a diretora do Centro do Covid 19 Patrícia de Brito, o município de Juara recebeu 4480 doses e foram aplicadas na primeira dose, e mais uma parte da segunda dose que foram aplicadas, que totalizaram 2180 doses aplicadas.

Com esse índice de doses aplicadas, fica então o questiomaneto, sobre o restante dessas doses e assim, Patrícia explicou  quê, as vacinas indígenas que vieram para o município de Juara são computados pela cidade de Colíder e portanto 1670 doses, que não serão computados porque foram para o controle de Colíder, ou seja, por essa maneira que o Estado classificou, nunca Juara estará com 100% aplicadas pois as vacinas que vieram para o indígenas não constam no mapa de Juara.

Outra informação importante, é que as doses da segunda aplicação estão guardadas e de acordo com as resoluções do Ministério de Saúde, para  a segunda dose. Para exemplificar, Patrícia explicou que se viessem 600 doses para primeira e segunda doses ou seja, metade para primeiro e metade para segunda, então município teria que guardar as  vacinas para a segunda dose.

Outro dado importante, se referem as vacinas do coronavirus que possui o intervalo de 14 há 28 dias e Juara optou aguardar 28 dias, temendo que houvesse atraso na entrega da segunda dose, para haver mais tempo para a chegada de mais doses e por isso, existem municípios que optaram por 14 dias de intervalo entre a primeira e segunda dose e portanto, vão ter um índice diferente.

Fonte: Rádio Tucunaré e Acesse Notícias