Sema-MT apreende 416 kg de pescado ilegal nos primeiros 45 dias de defeso da piracema

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

Durante os primeiros 45 dias do período de defeso da piracema em Mato Grosso foram apreendidos 416 quilos de pescado, e aplicadas mais de R$ 45 mil em multas por pesca ilegal, por meio da fiscalização da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT), integrada com órgãos da Segurança Pública.

Foram apreendidas também 21 redes de pescas, 11 Tarrafas, 2 armas, 7 embarcações e mais 225 apetrechos de pesca. Além dos itens apreendidos, duas pessoas foram conduzidas à Delegacia por infração.

O período de defeso da piracema nos rios de Mato Grosso começou no dia 1° de outubro e vai até 31 de janeiro de 2022. Neste período, é proibida a pesca, exceto para subsistência, e retirada de peixes para pesquisa. A pesca nos Rios de divisa vai até 28 de fevereiro.

Operação Sinergia Piracema

As multas e apreensões são resultado da fiscalização integrada entre a Sema e órgãos da Segurança Pública “Operação Sinergia Piracema”, que intensificou o patrulhamento das principais bacias hidrográficas do estado. O objetivo é garantir a proteção dos rios para permitir a reprodução dos peixes, e a preservação dos estoques pesqueiros.

A operação integra a Sema-MT e órgãos da Segurança Pública do estado,  como a Polícia Militar (PM), por meio do Batalhão de Proteção Ambiental, Delegacia Especializada de Meio Ambiente, Corpo de Bombeiros Militar, Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) e o Juizado Volante Ambiental (Juvam).

O objetivo central é evitar a retirada de peixes dos rios no período em que a pesca é proibida. Também são feitas barreiras para inibir o transporte irregular de pescado e também a verificação de estoques de recursos pesqueiros em restaurantes, pousadas e hotéis da região

Fonte: Nortão notícias

Com muito ❤ por go7.site