Simental e Simbrasil têm mais nova edição de sumário de touros

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

A Associação Brasileira de Criadores das Raças Simental e Simbrasil (ABCRSS) disponibiliza a vigésima quarta publicação do Sumário de Touros das Raças Simental e Simbrasil, anuário que inclui os valores genéticos das duas raças. A publicação está disponível on line no site da associação para consulta de todos os pecuaristas.

“O Melhoramento Genético é um fator decisivo para os produtores ganharem em eficiência como também para que o Brasil melhore a qualidade de sua carne ofertada, especialmente com o cruzamento industrial”, analisa Alan Fraga, presidente da entidade. Ele afirma que o sumário é mais uma ferramenta disponível para que o pecuarista possa tomar a melhor decisão.

Para editar o Sumário 2021, foram analisados 115,33 mil animais resultando em 93.105 machos e fêmeas de ambas as raças com Valores Genéticos ou Diferenças Esperadas de Progênie (DEPs) estimadas. Com análise independente para cada raça, foram obtidas 77.935 DEPs para Simental e 15.170 DEPs para Simbrasil.

A edição envolveu a classificação de 344 animais, sendo 293 da raça Simental e 51 da raça Simbrasil, de acordo com a categoria, acurácia da DEP e a idade do animal.

“A possibilidade de identificar e selecionar 1% dos melhores machos jovens da Raça Simental e a emissão de dois novos Relatórios de Touros, estão entre as novidades da 24ta. Edição do Sumário 2021 das Raças Simental e Simbrasil”, afirmou o pesquisador Luiz Fernando Aarão Marques, docente da UFES, ES, responsável pela publicação ao lado de Henrique Nunes de Oliveira da UNESP, de Jaboticabal, SP.

Para participar do sumário:

Relatório de Touros é exigido acurácia mínima de 45% nas DEP funcionais de Efeito Direto (Desmama, Ano e Sobreano) e idade mínima de 5 anos (nascido até 31/12/2015) e 10 filhos, em pelo menos em 2 rebanhos; e que seja ativo, isto é, com pelo menos 1 progênie nascida dentro dos últimos 5 anos.  Os Touros 10% superiores (DECA 1) em cada DEP são destacados nos Relatórios de Lìderes Genéticos.

O Relatório de Touros Jovens exige que o candidato, com idade entre 2 e 5 anos, tenha pelo menos 1 progênie  nascida e analisada na base de dados da Avaliação Genética em curso. Os tourinhos 10% superiores em cada característica são identificados com estrela (*) ao lado da DEP.

O Relatório de Machos Jovens, inclui animais com idade até 2 anos e tem critério diferente (no caso, intensidade de seleção) para cada raça, uma vez que a distribuição das DEP difere de uma raça para outra. No Simental é exigido que o animal tenha o valor de sua DEP DESMAMA entre os 1% superiores. Para o Simbrasil,  a exigência é que o Macho Jovem, classificado neste Relatório, supere 80% da população ( DECA 2)  na DEP DESMAMA, efeito Genético Direto.

Segundo os organizadores, para esta edição, foram sugeridos dois novos Relatórios (um para cada raça), que incluem Touros (maior de 5 anos) com progênie situada em apenas um rebanho, vez que estes animais ainda não entraram no regime de Coleta e Inseminação Artificial.

Fonte: Portal do agro negocio

Com muito ❤ por go7.site