Tabaporã poderá sair do Consórcio de Saúde do Vale do Arinos devido a dificuldade de acesso a Juara

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
DCIM100MEDIADJI_0065.JPG

O município de Tabaporã, município que integra o Vale do Arinos, tem uma situação peculiar em relação ao Consórcio Intermunicipal de Saúde devido a localização da cidade e as condições das estradas para chegar em Juara e poder ofertar o atendimento aos munícipes.

O secretário de saúde Gilberto, Popular Beto da Saúde, disse à rádio Tucunaré e site Acesse Notícias, que embora o asfalto tenha chegado em Tabaporã, essa é uma situação que está sendo discutida, entre a sociedade e o prefeito, da próxima reunião.

Gilberto conta, que se houver condições do município integrar o Consórcio do Teles Pires, ou seja, o referido aceitar a entrada de Tabaporã, que é o anseio de toda sociedade de Tabaporã, isso poderá acontecer.

Beto explica que não existe nada contra o consórcio do Vale do Arinos, mas pela facilidade e amplitude de fazer exames o que é ofertado nesse outro consórcio, a mudança é algo a ser discutido.

Essa é uma das metas do atual prefeito, a pedido da população, mas Tabaporã se encontra tranquilo nas discussões dentro do Consórcio do Vale do Arinos e se houver um entendimento e Teles Pires aceitar Tabaporã, o secretário acredita que Tabaporã deva sair do Consórcio do Vale do Arinos, para integrar o Consórcio Teles Pires, assim apontou.

O consórcio do Teles Pires é constituído de 15 ou mais municípios e para o secretário, isso pode ser um problema no atendimento do município de Tabaporã, caso entre para esse novo consórcio.

Na análise do secretário Beto, essa é uma das preocupações e por isso, este assunto precisa ser bem analisado e discutido com a sociedade, para saber se compensa ou não realmente fazer essa mudança, pois o tratamento que hoje é ofertado no Vale do Arinos, não vai ser o mesmo no Teles Pires, porque “a demanda é muito grande e seremos mais um aderindo e em Juara, tem os quatro municípios e são atendidos na hora. O problema está em relação a estrada, a dificuldade de ir para Juara e se não tiver o tratamento, a pessoa precisa retornar e caminhar para a MT-220 ou 163”, esclareceu.

Fonte: Rádio Tucunaré e Acesse Notícias

Com muito ❤ por go7.site