Traficantes são presos durante investigação de desaparecimento de menor em Aripuanã

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

Dois homens envolvidos com tráfico de drogas em Aripuanã (1.002 km a noroeste de Cuiabá) foram presos em flagrante, na tarde de quinta-feira (11.02), durante investigação da Polícia Civil para esclarecer uma ocorrência de desaparecimento no município.

O adolescente, de 17 anos, que supostamente desaparecido responderá por ato infracional análogo ao tráfico de drogas . O trabalho operacional contou com apoio da Polícia Militar, e resultou na apreensão de mais de R$ 6,1 mil em dinheiro, nove porções de maconha e vários produtos furtados.

Os suspeitos, de 35 e 19 anos, foram autuados em flagrante por tráfico de drogas, associação para o tráfico e corrupção de menores. O adolescente de 17 anos responderá ato infracional análogo aos mesmos de tráfico de drogas e associação para o tráfico.

As diligências iniciaram após a mãe do menor de 17 anos procurar a Delegacia de Aripuanã para registrar boletim de ocorrência do desaparecimento do seu filho. Segundo a comunicante, ela estava preocupada em razão de ter descoberto há alguns dias que o jovem estava envolvido com a venda de entorpecentes, e temia pela vida dele.

Com base as informações, os policiais civis passaram a investigar o suposto desaparecimento do menor. Em análise do tablet do adolescente (equipamento entregue pela mãe), foram encontradas mensagens que mostravam a existência uma associação para o tráfico formada pelo menor e outros dois suspeitos.

Com base nos indícios, a equipe conseguiu localizar o adolescente, o qual parecia estar transtornado e visivelmente fora de sua plena capacidade mental. Durante a abordagem foi solicitado a presença do Samu que realizou o atendimento do jovem e o encaminhou para o Hospital da cidade.

Diante das evidências dos crimes permanentes de tráfico de drogas, associação para o tráfico e corrupção de menores, os policiais civis identificaram e realizaram a abordagem de um dos suspeitos em uma loja de eletrodomésticos. Questionado, ele confirmou a atuação com o tráfico de drogas. Na casa dele, foram apreendidos vários materiais utilizados para embalo e venda do entorpecente.

Em continuidade as diligências, os policiais seguiram para o endereço do terceiro envolvido, considerado o líder do grupo, sendo solicitado apoio da Polícia Militar, para realização da abordagem. Ao chegarem no local, o morador foi flagrado com porções de maconha, caderno de contabilidade com nomes e valores relativos ao tráfico, além da quantia de mais de R$ 6,1 mil em dinheiro.

Ainda no interior do imóvel foram apreendidas em um dos quartos, vários plásticos para embalar os entorpecentes, semelhantes aos localizados na casa dos outros dois envolvidos. A casa também apresentava forte cheiro de droga, ficando perceptível que o local era utilizado como “boca de fumo”, entre outros objetos proveniente de crimes de furtos.

Diante do flagrante, os dois suspeitos foram conduzidos até a Delegacia de Aripuanã, interrogados e autuados pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico e corrupção de menores. Na ocasião, o adolescente não foi ouvido em virtude do estado de saúde que apresentava, porém responderá por ato infracional análogo aos mesmos crimes.

Fonte: Topnews

Com muito ❤ por go7.site