vacinação contra febre aftosa deverá ser comunicada junto ao Indea até dia 20 de junho

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

Os pecuaristas de Juara têm até o dia 20 de junho para fazer a comunicação da vacinação contra aftosa junto ao Instituto de Defesa Agropecuária (Indea), conforme prevê a legislação estadual vigente.

A informação é do médico veterinário do Indea de Juara, Francisco Valtenio Sales (Chiquinho). Ele lembrou que os pecuaristas que não cumprirem com suas obrigações estarão sujeito a multas de uma (UPFU) Unidade de Padrão Fiscal, ou cerca de R$ 151 ,00 reais  por animal não vacinado.

A Acrimat, Associação dos Criadores de Mato Grosso, também reforçou que a vacinação terminou na última quarta-feira, dia 10 de junho e a comunicação deverá ser feita até 20 de junho, por e-mail ou presencialmente.

“A primeira etapa de vacinação contra a febre aftosa, e a posterior comunicação da imunização, termina entre esta semana e a próxima, então é preciso que o pecuarista se atente aos prazos, para que não corra o risco de ser multado por não vacinação ou ter sua ficha sanitária bloqueada por atraso na comunicação”, alerta o diretor técnico da Acrimat, Francisco de Sales Manzi.

Por causa da pandemia do novo coronavírus houve adequações nos procedimentos da campanha.

Em abril, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e o Indea atenderam pedido feito pela Acrimat para que o prazo de vacinação contra a febre aftosa da primeira etapa fosse ampliado para 45 dias, no período de 27 de abril a 10 de junho, tempo suficiente para o pecuarista se adequar à nova realidade.

Para mais informações consulte a unidade local do Indea por telefone ou acesse

www.indea.mt.gov.br

Fonte: Redação/Rádiotucunare

Com muito ❤ por go7.site