Vigilância ambiental confirma 09 casos de malária em Juína

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Juina News

Se não bastasse a pandemia da Covid-19 e os alarmantes casos de dengue registrados no município de Juína, uma outra doença tem preocupado a vigilância ambiental com registro de 09 casos de malária no município.

A informação foi confirmada ao Juína News pelo coordenador da vigilância ambiental Paulo José Santana durante entrevista.

O coordenador explicou que Juína faz fronteira com um município que tem uma região de garimpo que é a cidade de Aripuanã que registrou somente neste ano 350 casos de malárias confirmados, e devido Juína ser o portal de entrada através da MT 183, que passa no Distrito da Morena e também pela MT 170 que dá acesso ao distrito de Tutilândia, a preocupação aumenta para com o município de Juína.

Segundo Paulo J. Santana, a vigilância vem trabalhando em forma de monitoramento todos os casos junto aos laboratórios a fim de se evitar que se aumentem no município, uma vez que já foram registrados cerca de 04 casos em aldeias indígenas e 05 casos na Gleba Iracema 03, que ao que tudo indica foram transmitidos por pessoas que trabalhavam na cidade de Aripuanã que passaram na região e tiveram o contágio.

Na região central da cidade não foi registrado nenhum caso da doença até o momento, porém, todos os cuidados são necessários, haja vista que o mosquito da malária se prolifera em regiões de mato, e a doença se não tratada de forma correta poderá levar o portador a morte, finalizou Paulo J. Santana.

Fonte: Juina News